sábado, 24 de janeiro de 2015

As Novidades do Windows 10


Na última quarta-feira dia 21, a Microsoft fez o anúncio do Windows 10 Consumer Preview, um sistema que promete ser tão inovador que é definido por sua equipe de desenvolvimento como o primeiro passo de uma era de computação mais pessoal. Alguns indícios mostram que isso pode não ser apenas uma definição exagerada para criar um hype maior do produto, o primeiro deles é o  kernel atualmente utilizado na versão de desenvolvimento, o 10.0.

 Apenas para situar, o kernel é o responsável pela comunicação entre os softwares e o hardware, logo, é ele que define qual programas terá prioridade no uso do processador, em que espaço do HD um arquivo será guardado, etc. Acontece que os Windows Vista, 7, 8 e 8.1 compartilham basicamente o mesmo kernel, obviamente passando por revisões que foram corrigindo bugs e melhorando seu desempenho geral, logo, ao construir um novo núcleo do zero a Microsoft está sim dando um passo ousado em busca da inovação.
 Outro passo importante é o Project Spartan, trata-se de um novo navegador de internet do Windows 10. Isso aparentemente marca o fim do desenvolvimento do Internet Explorer, esse que vem sendo o navegador padrão do Windows desde 1995, quando a internet deixou de se limitar à exibição de textos simples. Entre as novidades apresentadas pelo Project Spartan estão as funções de comentário e compartilhamento de páginas, que é algo já presente em redes sociais, mas que deve ser incorporado também ao novo navegador, além disso as páginas deverão ser salvas automaticamente em seu dispositivo, já que Windows 10 estará disponível em smatphones e tablets isso faz sentido, pois o usuário pode ler muitos conteúdos mesmo que esteja sem acesso à internet, e o navegador deve contar também com suporte nativo a arquivos PDF.
 Ainda sobre o Project Spartan pode-se destacar a Cortana, trata-se de um assistente pessoal com duas fortes influências dos games, que são Halo e Milo. Não é necessário explicar quem é Cortana ou o que é o Project Spartan no universo Halo, mas o que não é óbvio a princípio é que essa apresentação de cortana nada mais é que uma nova roupagem do projeto Milo. Peter Molyneux, um dos mais talentosos desenvolvedores de jogos da história, trabalhava desde 2009 em uma criança virtual de nome Milo, essa que aprenderia sobre o usuário e se relacionaria de uma forma natural (dentro do possível), aprendendo sobre a pessoa, até mesmo identificando quando estamos tristes, pois bem, Cortana hoje surge como um assistente pessoal que aprende sobre você e ajuda a trazer informações relevantes em pesquisas, se você segue uma dieta específica, por exemplo, ela pode indicar restaurantes que tem pratos apropriados para você.
 Mas as influências dos jogos não são apenas essas, Phil Spencer, o chefe da divisão do Xbox na Microsoft proclamou o seguinte "Para ter sucesso e alcançar as mais altas expectativas de uma base de fãs apaixonada, temos de colocar o gamer no centro de toda experiência". e são muitos os anúncios que sustentam o compromisso com essa afirmação.


 O primeiro anúncio voltado aos Games no Windows 10 é o aplicativo Xbox. Qualquer dispositivo com o sistema poderá sincronizar com o conteúdo de um ou mais Xbox One conectados em rede local, o objetivo é poder ver feed de atividades de seus amigos e compartilhar conteúdos mesmo sem acessar o vídeo game, o que tem o objetivo de alterar ainda mais a atividade da Xbox Live, essa que com 15 milhões de usuários ativos se consagra como a rede games mais ativa do mundo.
 O tipo de conteúdo que pode ser compartilhado é ainda mais enriquecido com a função DVR. Essa função agora deve ser incorporada ao Windows 10, o que teoricamente dispensaria a necessidade de programas de terceiros para capturar gameplays, mas o fato é que a Microsoft tem a tendência de focar demais na facilidade de uso e isso pode refletir em um aplicativo pouco configurável, mas saberemos apenas quando esse for lançado.

 Uma característica interessante desse DVR é uma função já presente no Xbox One, salvar os últimos trinta segundos de gameplay. A razão para isso é que os momentos épicos geralmente são inesperados, e para não perder esses momentos o usuário poderá pressionar as teclas "Win+G" para trazer o DVR, feito isso basta selecionar a opção de capturar os últimos 30 segundos e compartilhar, vale lembrar que como essa é uma função do Windows 10 então independe de qual jogo está sendo executado, podem ser jogos do Xbox One, Steam , instalados com mídia física, etc.

 Uma possibilidade que ainda não mencionei do aplicativo Xbox  é a possibilidade de  trazer os jogos do Xbox One para ser jogado em qualquer dispositivo com Windows 10. Desde que esteja conectado em rede com o Xbox One um smatphone, tablet ou PC pode por meio do aplicativo trazer os a interface do console e controla-lo sem delays ou queda na taxa de quadros. Além disso, os jogos nativos do Windows 10 com versão para o Xbox One terão multiplayer entre as diferentes plataformas, além de ter também o sistema de conquistas que já se fazem presentes nos vídeo games da Microsoft.
 
Por fim, a Microsoft fez uma demonstração do DirectX12, esse que segundo a empresa apresentará um desempenho cerca de 50% melhor que a versão anterior. O segredo para isso está no nível de codificação disponível aos desenvolvedores, pois o DX12 fornece um controle muito maior sobre as funções dos processadores gráfico e lógico, portanto jogos que poderiam apresentar travamentos em determinados trechos poderão rodar com maior suavidade sem a necessidade de um upgrade de hardware. E uma demonstração de que isso é realmente relevante é que duas das mais usadas engines do mundo trarão suporte nativo ao DirectX12, são elas a Unreal Engine e a Unity, o que por sí só já deve garantir que muitos dos jogos futuros possam fazer uso dessa nova ferramenta.

 E vale ainda lembrar que, uma vez que a proposta do Windows 10 é estar presente nas mais diversas plataforma, ele será lançado também para o Xbox One, o que deve torna-lo 100% compatível com os aplicativos para desktops.
 Confira o vídeo que foi exibido no final da apresentação de Phil Spencer, nele há um breve resumo das novidades do Windows 10 no Xbox One. 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário